fbpx

Depressão é doença e precisa ser tratada

Diagnósticos de depressão, segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), aumentam todo ano. Porém ainda hoje encontramos muito preconceito em torno da depressão, muitas vezes rotulada de preguiça, trata-se na verdade de uma grave doença e se não for tratada causa sérios prejuízos na vida de quem a experimenta. Como diz Augusto Cury:

“Nunca despreze as pessoas deprimidas. A depressão é o último estágio da dor humana”.

Conhecer seus sintomas e buscar ajuda é o mais importante instrumento para a recuperação. Na maioria das vezes quem possui depressão possui humor deprimido, desânimo, dificuldade em sentir prazer em atividades que antes eram tidas como prazerosas, concentração diminuída, pensamentos negativos de culpa, desconfiança, fracasso, doença ou morte, aumento da ansiedade, podendo chegar à angústia.
Para um tratamento eficaz da depressão é necessário compreendermos sua causa, os fatores que levam uma pessoa à depressão podem variar. Em muitos casos é necessário fazer uso de medicação e acompanhamento psiquiátrico para amenizar os efeitos mais imediatos dos sintomas e evitar o seu agravamento, pois na depressão grave o risco de suicídio é alto. Porém tem sido muito preocupante a busca incessante por soluções rápidas ao desprazer, levando pessoas a situações de risco como o abuso de substâncias, incluindo o álcool e outras drogas. O tratamento psicológico é fundamental na melhora significativa e duradoura da doença, pois se trata de uma experiência de aprendizagem, onde a melhora, embora seja mais lenta (como todo processo de aprendizagem) diminui a probabilidade de recaída.

images (7)
Na experiência clínica observamos uma confusão comum entre luto e depressão, porém entre eles existe importante diferença: no luto a tristeza está associada a pensamentos e lembranças de perda e se encontra de forma mais específica; já na depressão encontramos um sentimento de tristeza mais abrangente e mais persistente, com angústia associada, pensamentos de autocrítica, pessimismo e baixa autoestima, não encontrados no luto.
É importante destacar que tristeza não é doença, é uma emoção que faz parte da vida, ela é um importante indicativo de aspectos emocionais, ocupacionais e familiares da vida que estejam em desequilíbrio. Porém existem pessoas que acham que estão apenas tristes e podem estar deprimidas, não dão a devida atenção ao fato. Acham que o tempo irá curar. A tristeza até passa, mas a depressão, se não for tratada, sempre volta e cada vez com maior intensidade. Na dúvida, sempre busque ajuda.

hug-1315552_1920